Qual o melhor esporte para o meu filho?

Imagem natação

 

É o esporte que ele gostar de praticar. Não há evidências de que um esporte seja melhor do que outro para o desenvolvimento físico ou motor. Alguns esportes, por trabalharem com o impacto, podem estimular o desenvolvimento ósseo. Porém, o ideal é que seu filho tenha prazer em praticar um esporte de forma rotineira, mas sem pressões por resultados. As crianças selecionam naturalmente esportes que lhes favorecem. Uma criança mais pesada pode enfrentar dificuldades em esportes que dependam de velocidade, mas pode ser beneficiada em esportes que envolvam força. A criança mais baixa pode enfrentar dificuldades em esportes que dependam de altura para o melhor rendimento. Ainda assim, é a vontade da criança que deve prevalecer.

Quando a criança pratica um esporte, é preciso ficar atento para o seu desenvolvimento. Se ela não está ganhando peso, não está se alimentando ou está frequentemente cansada, a criança pode estar consumindo menos energia do que precisa para a prática do exercício, ou pode estar sofrendo pressões por resultados, seja do treinador, dos colegas ou mesmo dos pais.

A criança não deve ser obrigada a praticar um esporte por vontade dos pais. Como o gosto de crianças e adolescentes pode mudar de forma rápida, o ideal é que o local da prática esportiva permita a participação em diferentes modalidades, até que ela se identifique com um esporte em especial.

 

Fonte: Conversando com o Pediatra
O site da Sociedade Brasileira de Pediatria

(SBP) para as famílias.
www.conversandocomopediatra.com.br 
 
Categoria: Saúde
Tags: bem-estar, crianças, esporte, saúde

Enviar comentário

voltar para Matérias

left show tsN fwR uppercase|left fwR tsN uppercase bdt b02s|left show fwR tsN uppercase bdt b02s|b01 bsd|||login news uppercase b01 bsd|fsN fwR b01 bsd normalcase|b01 c05 bsd|login news fwR b01 bsd normalcase|tsN fwR b01 bsd normalcase|fwR b01 bsd normalcase|content-inner||